terça-feira, 25 de junho de 2019

BOOKTRAILER O DIARIO VIOLETA DE CARLOTA, Tania González Carabel (2º ESO)

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/eBzKEuoPSWI" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

BOOKTRAILER MEMORIA CONTRA O ALZHEIMER, Lara Amado (2º ESO)

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/Mw0wCJswyHE" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

quarta-feira, 19 de junho de 2019

PROGRAMA DE RADIO LITERATURA E MÚSICA

Aquí publicamos o programa de Radio de Ondas Revoltas que realizou o alumnado participante no Club de Literatura e Música organizado polo Departamento de Lingua Galega. Aí van as recomendacións de lecturas musicais e música de Sara Caamaño, Mari Luz Martínez, Ana Nantón, María Paz, Sarai Pose, Sara Rivera, Lucía e Pedro Suárez Fariña e Nuria Vila.

https://www.ivoox.com/s_p2_724834_1.html



Meu pé de laranja lima de Jose Mauro de Vasconcelos, Diego Penedo Alborés, Português, 4º ESO


O livro que eu li conta a história comovente de Zezê, um menino de seis anos nacido no meio duma família muito pobre. Zezê é inteligente, sensível e criativo. Carente do afeto que não encontra do pai e da mãe, mais preocupados em sobreviver, o menino perde-se nas ruas onde só lhe fica inventar travesuras. 
Tendo aprendido demasiado cedo a dor da tristeza, Zezê acaba por usar a sua imaginação para fugir da realidade da vida: toma por confidente um pé de laranja lima a que chama Xururuca ao que revela seus sonhos e desejos e no final Zeze encontra a alegria e a força para vencer as adversidades.
Este foi um livro do que gostei muito porque me pareceu uma história muito bonita.

O pequeno livro das grandes invenções, Álex Urquiza Martínez, Português, 4º ESO


Eu li o livro O pequeno livro das grandes invenções. Este livro conta o progresso que teve a humanidade com grandes invenções na tenologia, terra, redes de telefone, tudo... Tambén nos coloca na situação de que podia acontecer se estas invenções não tiveran lugar.
Não poderia destacar uma invenção em específico, para mim a mais interessante e da que gosto muito é o computador pessoal. O computador mudou a história do quotidiano. É de origem muito antiga para resolver operações. Com o decorrer do tempo foi evolucionando, surgiu para decifrar mensagens de guerra alemãs e começou a ser comercializado.
No início eram muito volumosos e pesados, chegaram a pesar 13 toneladas. A partir de então, a IBM e Apple juntaram muitas empresas lançando todos os anos para o mercado computadores mais rápidos.

Venenos de Deus, remédios do Diabo de Mia Couto, Samuel Vázquez Pérez, Português, 4º ESO



Eu não gostei muito deste livro porque tem muita letra, mas a história não é má.
O livro fala dum médico que vai a um cogresso médico, en Mozambique. Alí conhece uma menina e apaixona-se por ela, e ao ir embora repara em que gosta dela.
Faz tudo o possível para encontrá-la, mas não o consegue. Então, ele ao chegar a casa procura por todo o lugar de Mozambique alguma pessoa que possa ajudá-lo para encontrá-la.
Ele vai a Mozambique e encontra os pais dela, e dizem-lhe ao médico que espere para poder reencontrar-se com ela, mas a menina não aparece e ele desespera-se.
Na minha opinião, o livro deve ter menos letra e mais desenhos.

A doninha e o taxidermista de Séchu Sende, Cristian Regueira, Português, 4º da ESO



O livro pertence a Séchu Sende.
Este livro trata da inauguração de um museu que eles visitarão. Quando eles entram no museu chamado Museu de História Natural, na cave, dentro de uma vitrine de madeira e vidro, eles descobriram a palavra Egagrópila, e mais uma múmia pré-colombiana e centenas, centenas de animais empilhados, cunchas de todo o mundo, todos os minerais do seu país, fósseis....
Vinte e tantos anos despois, entrou com a sua filha mais velha, de 5 anos, num edifício cheio de luz e espaços abertos.